Plattsburgh primeira cidade dos EUA a banir temporariamente a mineração criptomoedas

Plattsburgh está na boca do povo, motivo? ela é a primeira cidade dos EUA a banir  temporariamente por 18 meses a mineração de criptomoedas, segundo Gizmodo,  pelo menos até a cidade decidir como ira controlar a energia gerada pela mineração.



A mineração demanda de muitos servidores, que geram muita energia. Por isso, os mineradores procuram onde o custo beneficio seja bem mais baixo.
Os conselheiros de Plattsburgh se reuniu e decidiu que o problema gerado pela mineração tinha que ser resolvido, não permitindo que por 18 meses fossem parados toadas as minerações de criptomoedas. Vale ressaltar que as mineradores existentes não será afetadas.
Colin Read o prefeito de Plattsburgh, afirmou que “A cidade tem a energia mais barata do mundo” devido a sua proximidade a uma represa hidrelétrica, em todo o território americano o custo médio chega a 10centavos por kilowatt-hora. Enquanto em Plattsburgh é 4,5 centavos por kilowatt-hora.

A cidade de Plattsburgh, recebe cerca de 104 megawatts-hora por mês. Caso exceda este limite, ela precisa comprar mais. Em janeiro de 2018, Plattsburgh usou mais do que deveria, aumentando as contas entre US$ 100 E US$ 200.

 



 

O estado concluiu que este aumento se deve pelo fato de que duas empresas de mineração de criptomoedas estava funcionado na cidade, a Coinmint usou entorno de 10% entre janeiro e fevereiro deste ano.
Por enquanto as empresas que estão funcionando atualmente poderá continuar com suas operações, enquanto isso os legisladores tentaram achar meios para resolver este problema.